Dormir com os Tubarões

Mãe, Pai, esta noite sonhei que dormi com os tubarões!! Oh… Espera. Não foi um sonho. Dormi mesmo com os tubarões!!!

Dizem que os sonhos se tornam realidade quando os sonhamos com muita força.

No passado sábado, dia 2, carregados de sonhos e com as malas prontinhas para embarcar numa nova aventura, partimos do Porto em direção ao Oceanário de Lisboa.  Com sacos cama novinhos em folha, prontos para a melhor das noites, mergulhamos no Mundo dos Tubarões e fomos conhecer cada um deles, as suas características, os seus hábitos e até a sua dentição.

Enquanto a distância ia diminuindo, a expectativa ia crescendo… Mas, afinal, o que é isto de dormir com os tubarões?

Estaremos assim tão perto do aquário? Os tubarões irão estar assim tão perto? Ou irão eles dormir assim que virem os nossos “mergulhadores” de palmo e meio?

Chegou o tão esperado momento: estava na hora de montar o acampamento e de ter o nosso verdadeiro “Encontro com os Tubarões”. Colocamos os sacos cama ao lado do amigo com o qual queríamos dormir, e surpresa das surpresas? Não fazia muita diferença, queríamos todos dormir todos juntos e, finalmente, tínhamos conseguido.

Jantámos juntos, como uma família, rimos e brincámos. Sabem, pela primeira vez queríamos todos que chegasse rápido a hora de ir dormir.

Após mergulharmos no fundo do mar, de descobrirmos qual era o animal marinho favorito de cada amigo, de alguns de nós terem perdido alguns dentes (que, certamente, servirão de amostra para os tubarões nos conhecerem melhor), vestimos os pijamas, lavamos os dentes (os que ainda tínhamos) e fizemos splash, cada um, no seu saco cama.

Adormecemos na companhia de raias ratão, tubarões zebra, peixe lua, entre muitos outros. Mergulhamos no Mundo dos sonhos, enquanto os peixes do aquário nos vigiavam com todo o cuidado e atenção.

As primeiras luzes incidiam no aquário e nós, aos poucos, íamos abrindo os olhos. Vestimos os nossos uniformes, agarramos nas nossas malas e fomos visitar o Oceanário, ainda vazio. Conseguem imaginar aquela imensidão de “Oceano” todo só para nós? Foi incrível! Despedimo-nos das nossas monitoras e recebemos os nossos crachás. Num abrir e fechar de olhos, sem esperar… Tcharan! Estávamos no Pavilhão do Conhecimento.

Explorámos as exposições Tcharan e Água – Uma exposição sem filtro. Foi uma experiência incrível.

 

 

A vida aqui no mar é muito melhor do que lá em cima!!! (Diria o Sebastião, a famosa lagosta que todos conhecemos)

Quem diria que os tubarões podem ser uma boa companhia para dormir?